9 dicas para preparar a sua loja para vender mais

Em tempos de crise, vender mais tornou-se um desafio. Nos últimos anos, empreendedores de todos os ramos passaram a se preocupar ainda mais com a sua capacidade de converter potenciais clientes em consumidores fiéis.

Para atingir esse objetivo, é necessário ter muito mais que profissionais qualificados. Afinal, a equipe de vendas não faz milagres. Para auxiliar os vendedores a conquistar as suas metas, o gestor também deve atentar-se para vários detalhes em sua loja. Da fachada à apresentação dos funcionários, tudo deve ser levado em consideração.

Quer saber mais? Então leia o nosso texto de hoje!

Detalhes que fazem diferença

Dizem que “Deus perdoa, mas os clientes não”. A arte de conseguir fechar uma venda envolve um jogo de cintura habilidoso e uma capacidade de cativar o consumidor com os produtos de que ele precisa. Entre as melhores formas de aumentar o sucesso das negociações de vendas nas lojas físicas, podemos destacar:

1. Saber distribuir os vendedores

Quem nunca entrou em uma loja e foi recebido por um “paredão de vendedores”? A imagem, muito comum, costuma espantar clientes com a mesma facilidade que vendedores agrupados em “rodinhas”.

Então, vale a dica: saber distribuir os profissionais pelo salão da loja torna a visita do consumidor muito mais agradável — além de melhorar o suporte em caso de dúvidas.

2. Ter uma boa abordagem

Scripts de venda decorados e engessados são fáceis de identificar: o cliente geralmente acha chato e pedante. Por isso, a abordagem ideal deve priorizar a simpatia e a espontaneidade. Assim, o consumidor terá uma experiência de compra agradável.

Em uma época em que a internet domina o mercado de vendas, trazer clientes para uma loja física tornou-se muito mais desafiador. Diante dessa realidade, vendedores devem estar sempre preparados para oferecer uma experiência única e positiva, aumentando a fidelidade do consumidor.

3. Investir na apresentação da loja

No ramo do comércio, a frase “a primeira impressão é a que fica” é lei. Isso torna o cuidado que os varejistas têm com a apresentação de seu comércio uma preocupação diária. Da fachada ao modo como a vitrine é organizada, tudo deve ser pensado com cuidado.

A vitrine deve ser feita para destacar os principais aspectos dos produtos mais populares de uma loja. Ela funciona como um convite para que as pessoas queiram (ou não) conferir o que há dentro da loja.

Já a decoração interna deve estar em sintonia com o “espírito” da loja. Independentemente de a imagem remeter ao luxo ou à descontração, é possível criar ambientes capazes de tornar a visita de um consumidor muito mais agradável. Portanto, trabalhe para que tudo contribua para o aumento das vendas: da iluminação à cor das tintas.

4. Ter um portfólio diversificado

Nem sempre uma loja terá o produto procurado. No entanto, não é raro que as pessoas visitem uma loja procurando um produto X e voltem para casa com um produto Y.

Assim, ter à disposição produtos diversificados permite que boas alternativas possam ser oferecidas para os clientes. Dessa maneira, uma visita que, de início, seria perdida, transforma-se na venda de outros produtos!

5. Ter um bom pós-venda

A busca por melhorias deve fazer parte do dia a dia das empresas varejistas. Diante disso, ter um bom suporte de pós-venda é indispensável para quem procura encontrar falhas na prestação de serviços.

A atenção dada a um cliente depois que ele sai da sua loja também pode torná-lo mais fiel, principalmente quando algo de errado acontece. É nesse momento que se testa a qualidade do atendimento. Portanto, sempre procure garantir que seu cliente não será abandonado após comprar um produto.

Pequenas mudanças capazes de aumentar o lucro

É fato que todo comerciante quer vender mais. Em tempos do domínio massivo do e-commerce — a internet já figura como a principal ferramenta de compras de milhões de pessoas —, garantir um bom fluxo de vendas em lojas físicas tornou-se um desafio enorme.

Para isso, empreendedores podem contar com técnicas diversas: como já mencionamos, a organização dos produtos em uma vitrine e a forma como os vendedores estão distribuídos na loja, por exemplo, podem ser determinantes. Você deve planejar tudo para que os consumidores estejam sempre dispostos a frequentar sua loja para adquirir novos itens.

Erros que devem ser evitados

Acredite: certas falhas, por mais simples que pareçam, podem gerar um quadro catastrófico, prejudicando — e muito! — a negociação. Quer um exemplo? Alguns colaboradores, na ânsia de fechar a venda, pressionam demais o cliente, que fica extremamente desconfortável com a situação.

O desfecho desse cenário, como se pode imaginar, não é nem um pouco satisfatório. Essa é apenas uma situação irritante dentre tantas outras. Quer conhecer as demais? Continue a leitura e veja alguns erros que podem ser fatais.

6. Não conhecer o produto

Essa é uma das principais falhas de qualquer comerciante. Pense bem: como mostrar que os seus produtos são diferenciados se você nem mesmo sabe as particularidades deles? Perceba, nesse contexto, a importância de ter na ponta da língua informações relevantes sobre as mercadorias.

Assim, você saberá apresentar melhor os itens para o cliente, que não ficará com nenhuma dúvida. No entanto, não basta apenas conhecer as características dos itens. É preciso mostrar os seus benefícios, deixando claro que o cliente está realizando um negócio realmente vantajoso.

7. Falar em excesso

Outro erro comum e que não é bem-visto pelos clientes é o excesso de conversa. Claro que é importante ter um certo diálogo, até porque assim será mais fácil criar um vínculo com o cliente. No entanto, isso não significa que você deve falar sem parar o tempo todo.

Temos dois ouvidos e uma boca, então utilize-os na proporção certa. Em outras palavras, aprenda a ouvir. Lembre-se: para apresentar o produto ideal para o cliente é preciso entender suas vontades e expectativas e, para isso, é preciso escutar com atenção o que ele tem a dizer.

8. Tratar o consumidor como uma massa homogênea

Cada pessoa é única e insubstituível, não é mesmo? Então, nada justifica tratá-los como uma massa homogênea. Tenha em mente que cada indivíduo reage a uma informação ou a um estímulo de forma diferente. O recomendado, então, é que a equipe conheça bem as particularidades do seu público, criando, assim, um atendimento personalizado.

Não se esqueça de que alguns clientes preferem uma abordagem mais descontraída e leve, enquanto outros não abrem mão de um contato extremamente formal. Não existe certo ou errado aqui. O importante é que o atendente utilize um vocabulário compatível com o consumidor, deixando-o à vontade.

9. Mostrar desinteresse

Não existe nada mais chato do que um vendedor desinteressado. Inclusive, esse é um dos motivos pelo qual os clientes saem da loja sem adquirir nada. É como se o colaborador não se importasse com o bem-estar do seu público. Aliás, muitas vezes, parece que ele nem mesmo queria estar ali.

Não deixe que essa falha grave aconteça em sua loja. Oriente bem o seu time e encontre maneiras efetivas para motivá-los constantemente. Vale destacar, ainda, que o incentivo diário contribui com o aumento da produtividade. O resultado é uma equipe mais engajada e, consequentemente, clientes mais satisfeitos!

Fato é que, para conseguir destacar-se em um mercado marcado pela alta concorrência, o comerciante precisa sair da zona de conforto e apostar em alternativas capazes de proporcionar uma experiência de compra inigualável para o cliente. Tal atitude fidelizará o público, que não pensará duas vezes em indicar a empresa para amigos e conhecidos.

E você, o que faz para vender mais em sua loja física em tempos de crise e de e-commerce? Deixe um comentário aqui! Sua opinião é muito importante!

e-book-impulsionar-vendas-loja

VEJA TAMBÉM

Roupas ou eletrônicos, acessórios ou artigos para o lar: seja…
Pare um pouco e reflita: você costuma acreditar mais em um anúncio…
5-dicas-de-ouro-para-decorar-a-vitrine-para-o-dia-dos-namorados
As datas comemorativas são momentos muito esperados pelos donos…
Roupas ou eletrônicos, acessórios ou artigos para o lar: seja…
Pare um pouco e reflita: você costuma acreditar mais em um anúncio…
5-dicas-de-ouro-para-decorar-a-vitrine-para-o-dia-dos-namorados
As datas comemorativas são momentos muito esperados pelos donos…
aprenda-como-usar-o-linkedin-para-encontrar-oportunidades-de-negocio
O LinkedIn é uma rede social voltada, basicamente, para negócios…